sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Um post sobre o Bruthus



Todo mundo que me conhece já sabe que há quase um ano eu e meu marido decidimos aumentar a família: temos um cachorro.
Bruthus, um belo  e inteligente pastor alemão.

Eu sempre gostei de cachorro e queria ter um depois que casei. Mas meu marido não queria, pois apesar de gostar, pensava no trabalho que teríamos.

Em um belo dia o Rodrigo acordou e do nada disse: vamos ter um cachorro?  Sim, meu marido, totalmente meu oposto nesse sentido, decide e faz as coisas assim: der repente. Característica que eu acho ótima, se não eu estaria até hoje escolhendo a raça hehehe.

Enfim, depois de muitas discussões - quem é casado sabe - resumindo bem, decidimos pelo "pastorzinho sem fitinha"no canil, o Bruthus.

Logo depois levamos aquela bolotinha preta para casa e.... minha vida mudou!
Ele era assim quando chegou em casa


Parece exagero eu sei, mas eu sou uma pessoa muito, muito sentimental!
Quando pensei em ter um cachorro grande pensei: "ah, ele vai ficar no quintal, vou dar comida, limpar a sujeira, talvez brincar um pouquinho e fazer um carinho nele e só. Como ele não vai ficar dentro de casa, nem vou me apegar tanto...Ele vai ser grande, acho que terei medo dele".

Alguma chance de ter sido assim?
Não. Imediatamente caí  de amores.


O ano anterior à chegada do Bruthus não foi o melhor da minha vida, estava em um período um pouco deprê por vários motivos... Mas posso afirmar que a presença dele me ajudou muito, ocupou minha mente, alegrou os meus dias.
Eu, que fico boa parte do dia sozinha, passei a me sentir mais alegre por ter ele fazendo festa cada vez que chego, fico menos tempo vendo TV e internet em casa, passei a acordar mais cedo e fazer passeios diários, percebi o quanto sou protetora com aqueles que amo, que gosto de cuidar, que não sei mandar, mas que tem horas que preciso ser firme...Enfim, apenas um cachorro e nesses 10 meses de convivência já me ensinou tanto!

Para terminar um trecho lindo e verdadeiro do livro Marley & Eu: "Um cão não julga os outros por sua cor, credo, ou classe, mas por quem são por dentro. Dê seu coração a ele, e ele lhe dará o dele"

E assim foi, não resisti, dei meu coração a ele...



PS: Sei que às vezes sou chata de tanto que falo/posto sobre o Bruthus, mas não resisto, é muito amor! E sim, sei que ele não é meu filho "de verdade" (conheci a mãe dele gente haha), que ele não é um bebê e ainda pretendo um dia ter um bebê humano, mas enquanto isso vou curtindo meu filho peludo, ok?


Beijinhos da Ceci


sexta-feira, 17 de outubro de 2014

#Pronto falei!

Simplesmente às vezes me dá vontade de escrever.
Falando, acho que eu não sou muito boa com as palavras, tenho uma certa dificuldade de expressar o que eu realmente estou sentindo. Já quando eu escrevo, consigo organizar melhor as palavras e até os sentimentos. Então isso me ajuda na vida.

As vezes a gente se chateia com coisas/pessoas que não valem a pena né?
Mas como controlar a nossa mente para só dar atenção a fatos realmente importantes?
Daí eu fico com raiva, me chateio, posso até ficar triste...
Mas eu sei que amanhã já terá passado e não por maldade , mas por consequência, a única coisa que eu consigo fazer é desprezar a situação - e isso pode incluir pessoa(s).

Há um tempo tomei uma decisão de só me dedicar a coisas e pessoas que realmente valem a pena e fazem diferença na minha vida. E isso foi a melhor coisa que fiz. Libertador.
Quando a "raiva seca" eu consigo deixar para lá. Sério mesmo, não estou escrevendo isso para parecer superior.
Para mim a vida é muito curta para perder meu tempo - qualquer coisa considerada "perda" não me interessa!!


Beijos da Ceci

domingo, 12 de outubro de 2014

Dicas de batons similares

Quando eu gosto de uma cor de batom, eu gosto mesmo! Daí acabo muitas vezes tendo cores bem parecidas... Mais alguém é assim?

Então, pensando em um serviço de utilidade pública, resolvi mostrar alguns batons, que não são idênticos, mas podemos dizer que são "primos" e alguns quase irmãos gêmeos!!! Se você tiver um, pode dispensar o outro, a não ser que  você seja colecionadora viciada como eu!!

Vamos aos bonitos!

Eudora Vermelho Punk x O Boticário Intense Cor 31







A diferença é mesmo a textura, enquanto o da Eudora é mate o de O Boticário é bem cremoso, mas a cor é bem próxima. 

Daillus Rebelde x MAC Vegas Volt



Esses já são gêmeos né? O da Dailus é ou pouquinho mais cremoso, mas nos lábios fica idêntico! Mas o precinho...quanta diferença!!

Avon Rosa Real x Mahogany Peach




O da Mahogany possui mais cobertura, enquanto o da Avon é mais transparente, quase um efeito de gloss, ambos em um tom de pêssego que me agrada muito.


Natura Una Coral 3 x Natura Una Coral 60



O primeiro é ligeiramente mais claro, não chegam a ser idênticos. Mas sinceramente achei que não precisava ter investido nos dois da mesma linha, a maior diferença mesmo é a embalagem. Mas como a Natura renova a cartela de cores constantemente, não sei se os dois ainda estão disponíveis no catálogo.

Duda Molinos Bikini x Avon Rose Mate



Amo essa cor e confesso que tenho outros nesse estilo de rosinha meio queimado. Esses foram os mais parecidos que achei, sendo que o da Contém é mais sequinho e mais pigmentado.


Dailus Attitude x Tracta Coral Gun


O conceito é bem diferente, o primeiro é líquido e quando aplicado seca e fica mate, já o segundo é um batom cremoso, que possui uma boa cobertura. Mas as cores, são bem parecidas, apesar de o da Dailus ser um pouquinho mais rosa.